Confraternização

Alunos e professores estiveram reunidos na Associação Jacarezinhense de Atendimento ao Deficiente Auditivo e Visual – AJADAVI, em Jacarezinho/PR, no dia 31 de agosto de 2016 para uma confraternização e encerramento das atividades do projeto Acessibilidade e inclusão: rádio web universitária como ferramenta de inclusão digital de pessoas cegas, com baixa-visão e surdas.

Desenvolvido no Centro de Letras, Comunicação e Artes, campus de Jacarezinho, da Universidade Estadual do Norte do Paraná, o projeto de extensão universitária atendeu ao público alvo indicado pelos seus parceiros.

Navegando pelas páginas deste blog é possível conhecer alguns dos trabalhos realizados entre setembro de 2015 e agosto de 2016, os quais tiveram o apoio financeiro da Secreataria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Estado do Paraná – SETI, por meio do Programa Universidade Sem Fronteiras, sub-programa Diálogos Culturais.

Aulas de gêneros radiofônicos

 

Alunos cegos e com baixa visão gravaram jingles, gênero radiofônico estudado nas aulas da oficina de comunicação, como para prática comunicativa utilizada em rádios e campanhas publicitárias.

Nessa experiência foi possível unir diferentes ferramentas analógicas e digitais, como a máquina de escrever em BRAILLE, para a criação dos textos, e de computadores com softwares de leitura de tela para gravação e edição dos arquivos de áudio.

Vestibular para surdos e cegos

O Vestibular da Universidade Estadual do Norte do Paraná está com inscrições abertas entre os dias 08 de agosto e 09 de outubro de 2016 e oferta vagas para os cursos da UENP, estando os mesmos distribuídos em 3 cidades do norte do estado do Paraná.

Com a crescente demanda pelas vagas por parte de pessoas com necessidades especiais, o Projeto de extensão em acessibilidade da UENP, com apoio do Programa Universidade Sem Fronteiras, disponibiliza o Edital do processo seletivo no formato de áudio, voltado ao público cego e com baixa visão, assim como a tradução do mesmo  para a Língua brasileira de sinais – LIBRAS.

Para ouvir o Edital clique aqui.

A versão do Edital em LIBRAS está disponível aqui.

Participação no SEURS 2016

Atividades do Projeto Acessibilidade e inclusão: rádio web universitária como ferramenta de inclusão de pessoas cegas, com baixa visão e surdas são divulgadas no maior evento de extensão da região sul do Brasil.

Durante os dias 03, 04 e 05 de agosto o 34º Seminário de Extensão Universitária da Região Sul – SEURS teve lugar no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Catarinense, campus Camboriú, e contou com a participação de professores e alunos de ensino médio do IFSC, assim como de estudantes universitários bolsistas de universidades estaduais e federais do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

A Universidade Estadual do Norte do Paraná participou do evento com apresentação de treze comunicações orais e um minicurso, sendo este trabalho uma atividade de criação de rádio web para atendimento de pessoas cegas e com baixa-visão.

No encontro, professores e estudantes de diferentes instituições compartilharam saberes sobre o trabalho de atendimento de pessoas com restrições sensoriais com apoio das novas tecnologias da informação e comunicação.

Comunicação em LIBRAS

f1

O Projeto Rádio-Vlog UENP, em parceria com o Núcleo de Ensino a Distância, gravou o Edital de Vestibular da UENP com o intuito de traduzir os documentos referentes ao certame para que pessoas surdas tenham acesso aos trâmites do concurso e para que possam concorrer às vagas nos cursos ofertados pela Universidade Estadual do Norte do Paraná.

Em breve o vídeo estará disponível na rede mundial de computadores.

Vestibular para pessoas cegas

edital_audio

Entre os dias 08 de agosto e 09 outubro de 2016 pessoas cegas e com baixa visão poderão realizar inscrições para concorrer às vagas dos cursos da Universidade Estadual do Norte do Paraná que estão sendo ofertadas em três cidades da região norte do Estado.

Para maiores informações acesse o Edital de Vestibular da UENP, que encontra-se em formato de áudio de modo que pessoas com acuidade visual reduzida tenham acesso ao conteúdo do certame.

Clique aqui e ouça.

Rompendo barreiras na comunicação